It was so hard not to cry.

Teu nome ecoa em meu pensamento todo dia, mas dessa vez com a certeza de que não me fará mal algum.
Tive a sensação de estar embaixo d’água por muito tempo, e finalmente conseguir voltar a respirar.

Menino,
das poucas certezas que tenho na vida, a mais pura é de que você não será esquecido. Meu coração não te pertence mais, tampouco o meu amor, que um dia foi teu. Mas posso afirmar com grande certeza: você nunca será ninguém. Nunca esquecerei do teu rosto, nem dos motivos que nos levaram às nossas escolhas, tanto as do princípio, quanto as do fim. Nunca esquecerei do teu cheiro, do teu jeito, da tua voz. E tenho uma quase certeza de que você também não me esquecerá. O que tivemos foi uma longa história repleta de vírgulas e desvios, que me levaram até aonde estou hoje, e não deixaram eu me arrepender.

Agradeço aos céus por ter finalmente parado de sentir sua falta.
(Foi uma das coisas mais difíceis que já fiz na vida).

G.

Eu entro em desespero toda vez que a saudade bate e eu não sei pra quem correr… Menino, a confusão que você criou na minha vida ainda não tem nome… Então eu a chamo de amor. Tomei minhas decisões e você também. Eu já estava certa do que ia fazer… Então por que me vi sem chão?
Por que deu tanta vontade de correr pra você? De admitir que eu ainda sou muito fraca e não consigo nada sozinha… Que eu depositei todo o meu corpo e espírito em você, te amei com tudo de bom que existia em mim e com todas as minhas forças, e hoje eu me vejo incompleta… Meu coração bate pela metade, e mesmo com tudo o que aconteceu, e por mais que parte de mim queira um coração inteiro de novo, ainda insisto em confiar ele nas suas mãos, pra você cuidar. Não te peço amor, nem piedade… Na verdade eu não te peço nada, nem amizade. Nós dois não somos um meio termo. Somos tudo ou nada, pegar ou largar… Mas alguma coisa ainda me prende a você, de um jeito que não me deixa te largar, e nunca deixaria você significar “nada pra mim”… E não, isso ainda não tem nome. Enquanto eu não arrumo um, ainda chamo de amor.

Quando o silêncio invade é impossível não lembrar você… E as lágrimas caem involuntariamente, abafadas e incoerentes, porque não aguento mais sofrer. O coração sempre será de pedra na escuridão, mas só até o amor irradiar outra vez.

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você.

Chico Buarque

Posso tentar todos os dias algo diferente, posso beijar quantas pessoas eu quiser, posso dizer um singelo “eu te amo” pra qualquer um, posso enganar milhares de pessoas só por diversão, e posso arrumar milhares de coisas pra fazer e ocupar minha mente, mas não dá… Te amar é o que eu faço de melhor.

Se você ao menos entendesse o quanto é importante pra mim… Que todos os dias quando acordo, tenho aquela vontade insana de te ter, de pular no seu colo e te encher de beijos, ou de simplesmente deitar com você o dia inteiro, ver o dia passar e não me importar… Talvez você nunca entenda o que é amar com tanta intensidade. Mas se quiser entender, estou aqui pra te mostrar o lado bom de amar e ser amado, e fazer com que você nunca se arrependa.

Aos que hoje eu não posso abraçar, mas posso dar o meu amor, e a garantia de que não serão esquecidos.

A parte que faltava em mim. Que me completa, e completa tudo. Me fascina, me alegra, me dá segurança, e me ama. Me ama? Sei lá. Espero que sim. Se você diz…
Nunca fui me me declarar, e se me declaro pra você, eu falo pra mim mesma, falo pras paredes. Por que? Sei lá, as vezes a gente se esconde da verdade, mas a gente nunca sabe o porquê… Bom, talvez eu te ame também, mas não com um amor de novela, e sim com o meu tão singelo, irregular, e até meio torto “pseudo-amor”. Mas, de qualquer jeito, é sincero. E é o único jeito que eu sei e que eu me permito amar, e eu sinceramente espero que pra você seja o bastante, nem que seja por enquanto. O importante é que você saiba que estou me arriscando por você, correndo o risco de um amor quase impossível. Que é o mesmo que você corre por mim. Corre? Sei lá. Espero que sim. Se você diz…

Você é mais do que eu possa querer, mais do que qualquer coisa que eu poderia pedir. Sorte do meu destino foi você ter aparecido nele… Sinceramente, não sei como conseguia viver o vazio de não te ter por perto, do mesmo jeito que eu não sei  como eu seguiria minha vida sem você. Você é a mistura de tudo aquilo que eu gosto, de todas as partes boas que existem dentro de mim. Você lê a minha mente, e me compreende mesmo sem eu ter dito nada! E é isso o que eu amo em você. Você me decifra, você me lê, me entende, e o mais importante: cuida de mim. E eu daria tudo pra poder cuidar de você também, e se você me deixasse eu passaria o dia inteiro dizendo que eu te amo e não quero te perder jamais.
Talvez eu seja uma idiota por pensar assim, mas você sempre foi daquele tipo de pessoa que não liga pra nada, contanto que esteja tudo bem. E tá tudo bem. Ta tudo ótimo. Não tem como não ficar bem quando você tá aqui. E imagine só? Eu, tão cheia de mim mesma, tão quieta, tão fria, e você tão carismático, amoroso e pé no chão… Talvez seja por isso que a gente dá certo, e talvez seja por isso que eu fique horas falando com você no telefone e nem vejo a hora passar, e que eu sempre te conto tudo do meu dia sem nem perceber, e que eu fico vermelha com qualquer coisa que você me diz… É você. Só pode ser você. E, quer saber? Gosto assim. Porque é desse jeito que eu sou louca por você, e é desse jeito que eu te amo tanto.